Notícias

Educação ambiental ajuda no debate sobre a sustentabilidade entre os estudantes da Apae Curitiba

O projeto Horta Pedagógica é um dos exemplos de atividades ambientais dentro da formação das PcD.
bio-eduarda-zeglin
Eduarda Zeglin
Jornalista, Assistente de Comunicação, Marketing e Eventos
Publicado em

A educação ambiental é uma forma de nos conectarmos com a natureza e, ao mesmo tempo, levar a importância sobre ações de sustentabilidade e preservação nos mais diversos espaços. Colocar essa prática no dia a dia pode ser desafiador, mas, também, abre espaço para novos conhecimentos. 

O Projeto Horta Pedagógica é um dos exemplos de atividades que proporcionam aos alunos da escola de Integração e Treinamento do Adulto da Apae Curitiba, a terem a percepção e a conscientização dentro e fora do nicho acadêmico. A proposta foi desenvolvida pelas professoras Cristiane Veloso e Renata Lopes em 2022, visando levar uma alimentação de qualidade aos estudantes, além de colocá-los para cultivar os produtos orgânicos da própria alimentação. 

Cristiane conta que o processo de levar a educação ambiental até os estudantes ”é um processo de formação dinâmico, permanente e participativo, que permite aos estudantes o contato social, desperta a autoestima e ajuda na sustentabilidade” relata. 

As aulas ocorrem dentro da horta, onde são desenvolvidas atividades de educação ambiental e de transformação de materiais alternativos, os quais são descartados em matéria-prima na produção de artesanato, alimentação saudável, entre outras atividades de plantio de hortaliças. 

A educação ambiental contribui positivamente na vida das pessoas com deficiência, é nela que os estudantes conseguem ter a inclusão social, além de buscarem a sua autonomia. ”Trabalhar com sustentabilidade e a horta pedagógica é uma grande oportunidade de mostrar que os estudantes são capazes de participar ativamente das atividades de plantio, colheita e a importância dos alimentos retirados da horta”, comenta Cristiane.

Esse tema está presente em nossa vida, e possibilita criarmos espaços para que as pessoas debatam sobre questões importantes em relação ao meio ambiente e a conservação de maneira sustentável. Por isso essa prática também se torna fundamental na vida da PcD, é através dela que são transmitidos os valores, costumes e hábitos presentes no nosso cotidiano. 

O objetivo principal vai além de minimizar os impactos causados pelo ser humano, mas também de buscar melhores ações diante do ecossistema. Todos os alunos com deficiência intelectual, mesmo com suas limitações, conseguem ter a percepção sobre os impactos negativos na natureza e tudo que está relacionando ao meio ambiente, além de se sentirem bem ao contribuírem com o meio ambiente e poderem participar da colheita e do plantio do próprio alimento oferecido na escola.

Escola Integração e Treinamento do Adulto

A Escola Integração e Treinamento do Adulto (CITA), Modalidade de Educação Especial, atende estudantes com deficiência intelectual ou múltipla moderada e transtornos globais do desenvolvimento a partir de 16 anos. Oferece a Educação de Jovens e Adultos (EJA) na modalidade de educação especial, etapa única que corresponde do 1º ao 5º ano da educação básica. Visa possibilitar oportunidades efetivas de aprendizagem, considerando tempo, ritmo e o desenvolvimento dos estudantes. Sendo assim, assegura a construção da cidadania, desenvolvendo no estudante a autonomia e coadjuvando seus direitos e deveres na sociedade. Conheça as escolas clicando AQUI.

Endereço: Rua Orlando Perucci, 1472 , no Bairro Butiatuvinha – Curitiba- Pr 

Contato: (41) 3155-7955

Notícias Relacionadas

Benefícios gerais da atividade física no TEA

Descubra os benefícios da prática de atividades físicas para crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), aprenda a superar desafios específicos e conheça as atividades mais recomendadas para essas crianças.

Sem mais notícias por enquanto!
Pular para o conteúdo