Notícias

Moradores da Casa Lar participam de aula na Escola Pública de Trânsito de Curitiba

Foram realizadas atividades práticas de conscientização no trânsito
Moradores da Casa Lar participam de aula na Escola Pública de Trânsito de Curitiba
Paulo Fortunato
Jornalista e Coordenador de Comunicação, Markentig e Eventos
Publicado em

Na última segunda-feira (21), os acolhidos da Apae Curitiba participaram de uma aula sobre conscientização de trânsito na Escola Pública de Trânsito da Prefeitura de Curitiba. Os agentes do SETRAM, orientaram os moradores por meio de atividades dinâmicas e didáticas, além de falar sobre as regras de como utilizar o cinto de segurança e quando atravessar a rua.

Segundo o site da Prefeitura de Curitiba, a Escola Pública de Trânsito de Curitiba (EPTran) tem por finalidade desenvolver atividades de conscientização do cidadão quanto à adoção de comportamentos adequados, frente às diversas situações de trânsito vivenciadas no seu dia a dia, valorizando o espaço público compartilhado por diferentes modais e contribuindo para aumentar a segurança no trânsito e a preservação da vida.

A EPTRAN foi inaugurada em setembro de 2015 e tem espaço para atividades educativas e recreativas, laboratório de informática e Circuito Intermodal Educativo com mini-carros, que simulam as situações do trânsito na via pública.

A acolhida, Dayne Boganika, contou que estava muito feliz de participar da ação e que aprendeu muito sobre as regras de trânsito. “Eu achei muito divertido, pude aprender sobre o sinal e como usar o cinto, me diverti bastante”, comentou.

A voluntária da Apae Curitiba, Thatyane Marques, comenta que os profissionais foram atenciosos e tiveram didática ao ensinar as regras de trânsito. Comenta também sobre a questão da acessibilidade e a forma que foi conduzido o treinamento. “Os agentes souberam adequar o ensinamento para as necessidades dos acolhidos, além de trazer muita diversão”, disse.

A agente França, uma das instrutoras do curso, comentou estar muito feliz em receber os acolhidos da Apae. “Eles são muito amorosos e dão muito carinho, um deles chegou a lembrar um sobrinho meu, que também tem um sorriso lindo”, contou.

A Escola Pública de Trânsito de Curitiba – EPTRAN aceita receber visitas de alunos do ensino infantil, fundamental e médio, matriculados em escolas municipais, estaduais e particulares. O atendimento é feito por uma equipe de agentes municipais que conduz as atividades educativas, como apresentações sobre trânsito seguro e oficina de pintura.

Se não estiver chovendo, os estudantes podem desfrutar do Circuito Intermodal Educativo, um espaço aberto, no pátio da EPTRAN, que tem a representação das principais estruturas de trânsito da cidade, como ruas, calçadas, lombadas, travessia elevada, faixa de ciclismo compartilhada, semáforos e sinalizações. Têm lições de segurança sobre os diferentes modais, vivenciando na prática quando são pedestres ou motoristas, pois poderão dirigir os minicarros elétricos que fazem parte do circuito.

A programação das atividades e o agendamento das  visitas – presenciais ou virtuais – devem ser solicitados pelo e-mail eptran@curitiba.pr.gov.br.

Atendimento

Endereço: Rua Carlos Klemtz, 1238 – Bosque Fazendinha – Curitiba – PR

Telefone: (41) 3288-6622

Horário: das 8h às 17h, em dias úteis

Ajude a Apae Curitiba através da sua conta de luz

Você sabia que uma das formas de doar para Apae Curitiba é através da sua conta de luz? Basta entrar em contato com a Copel pelo telefone 0800 722 2723 e informar que quer fazer uma doação para a instituição do valor desejado. O valor que você escolheu será direcionado a instituição que será cobrado na sua próxima fatura. Não esqueça de estar com documentos em mãos para que eles possam confirmar sua identidade. Não deixe de doar! Existem maneiras simples e fáceis para você colocar sua generosidade em prática. Entre em contato agora mesmo com a Copel solicitando sua doação. Contamos com você. Saiba mais clicando AQUI

Hoje a instituição atende quase 500 estudantes em cinco escolas, oferecendo saúde e assistência social. São realizados, em média, 50 mil atendimentos terapêuticos por ano e 3,5 mil por dia. Por ser uma instituição sem fins lucrativos precisa de apoio da sociedade. O ambiente precisa de reformas e para isso, que tal doar para a Apae Curitiba e apoiar a causa da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla? É muito fácil, clique AQUI e saiba mais.

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content