Notícias

O que tem numa Apae?

Em Curitiba, são cinco escolas, três centros terapêuticos e sete Casas Lar.
O que tem numa Apae?
Redação Apae
Publicado em
Estudantes da escola luan muller se abraçam para a foto

As Apaes pertencem ao terceiro setor, caracterizando-se como uma organização não governamental (ONG) que precisa, essencialmente, da colaboração e solidariedade das pessoas. Todos os trabalhos existentes, em vários estados brasileiros, são produzidos para pessoas com deficiência intelectual ou múltipla. Nos espaços da Apae Curitiba, profissionais da educação, saúde e assistência social prezam pela qualidade de vida dos atendidos. 

A equipe Apaena desenvolve iniciativas de prestação de serviços e desenvolvimento integral desde 1954, época em que a primeira Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) foi fundada em território nacional. No caso da instituição que atua em Curitiba há quase 60 anos, existem três centros terapêuticos, sete Casas Lar e cinco escolas especializadas no atendimento terapêutico que visam ações de defesa de direitos e inclusão social. Atualmente, são quase 300 colaboradores que atendem cerca de 500 estudantes, alcançando mais de 700 acompanhamentos por dia, em turno integral, e 35 acolhidos nas Casas Lar. Na capital, são realizados, em média, quase 50 mil atendimentos terapêuticos por ano, totalmente gratuitos.

Confira quais são as escolas da Apae Curitiba.

Escola de Estimulação e Desenvolvimento (CEDAE)

A Escola CEDAE atende crianças utilizando essencialmente a estimulação e pré-escolarização com idade cronológica de 0 a 5 anos e 11 meses. Está localizada na Rua Alferes Ângelo Sampaio, 1597 no Batel, onde também há um centro terapêutico que oferece atendimentos à saúde. Saiba mais clicando AQUI

Escola Luan Muller

Um centro terapêutico também está na Escola Luan Muller, localizada na Rua Professor João Argemiro Loyola, 220, no Seminário, em Curitiba. Assim como toda Apae, o local atende crianças com deficiência intelectual ou múltipla, sendo seu público alvo crianças e adolescentes de 6 a 15 anos e 11 meses. 

Vivenda, CITA e Agrícola

Três escolas estão localizadas na Rua Orlando Peruci, 1472, Butiatuvinha (Santa Felicidade). Hoje, atendem estudantes maiores de 16 anos, com a ajuda de um centro terapêutico, com psicologia, fisioterapia, fonoaudiologia, musicoterapia,  neurologia e terapia ocupacional. No local, também estão as sete casas de acolhimento chamadas “Casas Lar”, que abrigam 35 moradores maiores de 18 anos. 

 

A Apae surgiu para promover e articular ações de defesa de direitos, prevenção, orientações, prestação de serviços e apoio às famílias. Busca o desenvolvimento integral, habilitação e reabilitação, melhoria da qualidade de vida e inclusão social da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla, na família e comunidade.

Faça um PIX e ajude a Apae Curitiba

Doar ficou ainda mais fácil com a opção PIX. Agora você tem mais essa modalidade, que é muito rápida, prática e segura. Lembre-se, que sua doação vale muito para a Apae Curitiba. Atualmente, são quase 500 estudantes e 35 moradores que recebem atendimentos nas áreas de saúde e assistência social. São realizados, em média, 50 mil atendimentos terapêuticos por ano e 3,5 mil por dia. Por ser uma instituição sem fins lucrativos precisa de apoio da sociedade. Faça um PIX pela chave: doe@apaecuritiba.org.br (Chave

A Apae Curitiba conta com três centros terapêuticos com atendimentos gratuitos às pessoas com deficiência intelectual ou múltipla. A instituição é mantenedora de cinco escolas especializadas localizadas em Santa Felicidade, Batel e Seminário, em Curitiba; e sete Casas Lar. Confira nossas escolas clicando AQUI

Professora dando aula para dois aluno da escola CEDAE

Texto: Arthur Borsato  

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content