Notícias

Fanfarra da Apae Curitiba agita estudantes do Centro de Educação Infantil FaBrincando. Confira!

Apresentação aconteceu nesta quinta-feira no bairro Água Verde, em Curitiba.
Fanfarra da Apae Curitiba agita estudantes do Centro de Educação Infantil FaBrincando. Confira!
Rhúbia Ribeiro
Assistente de Marketing
Publicado em
Fanfarra da Apae Curitiba

A Fanfarra da Apae Curitiba animou os pequenos estudantes do  Centro de Educação Infantil FaBrincando na tarde desta quinta-feira (01). O espetáculo mostrou às crianças suas capacidades. Tudo começou com um desfile ao redor da localidade que fica no bairro Água Verde, em Curitiba. Logo depois, os estudantes da instituição se reuniram para apresentar três canções do repertório da banda: Tema da Vitória (Eduardo Souto Neto), Eu te amo meu Brasil (Compositor Dom) e Asa Branca  (Luiz Gonzaga). 

Foi uma tarde animada, onde as crianças – entre elas quatro estudantes com o Transtorno do Espectro Autista (TEA) – puderam entender que participar de um grupo musical não é impossível. Conforme a professora de arte e a regente da Fanfarra, Célia Mozer, o evento mostrou aos pequenos que eles podem fazer várias tarefas, inclusive pertencer a uma fanfarra e serem músicos instrumentistas. “Esse é o foco do convite, mostrar para as crianças que os deficientes são capazes”.

O que é a Fanfarra

A Fanfarra da Apae Curitiba é um grupo de estudantes com deficiência intelectual e/ou múltipla que se reúne para tocar instrumentos melódicos e de percussão no ambiente escolar da instituição de Santa Felicidade, Curitiba. Atualmente, o conjunto é formado por 48 integrantes, sendo 6 funcionários e 42 estudantes. Estes se apresentam em eventos de Curitiba e Região Metropolitana e em campeonatos, como o Campeonato Estadual de Bandas e Fanfarras e o Campeonato Interestadual de Bandas e Fanfarras (PR e SC).

O grupo tem o intuito de promover aos estudantes da Apae Curitiba as primeiras noções do contexto musical nos aspectos rítmicos e melódicos: compasso de tempo, solfejo melódico e rítmico e proporcionar o senso de cooperação, respeito à disciplina e inclusão social. O objetivo é desempenhar novas tarefas e buscar incluir estudantes com outras habilidades artísticas.

Desde 2013, quando a professora regente Célia Mozer entrou para o projeto, promoveu melhorias e ampliou o número de alunos e de instrumentos na corporação. A professora diz que os integrantes têm trabalhado de forma coletiva, o que motivou muitos a ingressarem no projeto. 

Atualmente, o conjunto é formado por 48 integrantes, sendo 6 funcionários e 42 estudantes. Estes se apresentam em eventos de Curitiba e Região Metropolitana e em campeonatos, como o Campeonato Estadual de Bandas e Fanfarras e o Campeonato Interestadual de Bandas e Fanfarras (PR e SC).

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content