Notícias

Conheça a turminha da Apae Curitiba: Ernestinho, Vic, Leo, Luna e Tico

Uma inspiração que surgiu a partir daqueles que mais amamos, nossos alunos.
Maria Luiza Schultz
Assistente de Marketing
Publicado em
Conheça a turminha: Ernestinho, Vic, Leo, Luna e Tico

A Apae Curitiba lançou na última segunda-feira (9), nas redes sociais da instituição, um novo projeto que tem o objetivo de trazer novos recursos financeiros para a instituição e principalmente a inclusão. Com um processo criativo baseado nos alunos, o projeto Turma da Apae Curitiba, estará presente nos materiais midiáticos da associação, tais como: produtos sociais, vídeos e peças de teatro. 

Além disso, o projeto tem o intuito de educar a comunidade em relação à inclusão da pessoa com deficiência intelectual. Tão esperado e planejado, o projeto tenta repassar todo esse amor pelas crianças e mostrar que nenhuma deficiência os afasta dos seus sonhos e é capaz de tirar o sorriso do rosto. Vamos conhecer cada um deles?

  • Ernestinho é uma criança com síndrome de Down e deficiência física na mão direita. Ele é muito feliz, pró-ativo e adora brincar de super-herói. As cores vivas da sua roupa, como o amarelo da sua capa improvisada, representam a sua alegria. No peito, carrega o símbolo da Apae, lugar onde se sente mais forte. Ernestinho é uma fonte de inspiração para as outras crianças, graças ao seu amor-próprio e superação.
 
  • Vic é uma bailarina excepcional com síndrome de Down. Ela adora dançar todos os estilos, mas o seu preferido é o ballet. Vic sonha em se tornar uma bailarina profissional e dançar em teatros pelo mundo todo. Ela é uma inspiração para as crianças que querem se envolver com a arte da dança.
 
  • Leo tem a síndrome Cornélia De Lange e TDHA. Ele é muito sociável e adora se divertir com seus amigos. O pequeno é determinado, corajoso e alegre, tem uma personalidade descontraída e gosta de aprender novas manobras de skate, seu maior sonho é se tornar um skatista profissional. Ele também adora música e arte e não deixa que suas limitações a impeçam de alcançar seus sonhos.
 
  • Luna é uma menina inteligente e apaixonada por livros e tem síndrome de Down e autismo. Ela adora ler e aprender coisas novas todos os dias, tanto em livros tradicionais quanto por plataformas digitais, como aulas online e tutoriais em vídeo. Luna tem uma mente curiosa e adora explorar novas experiências. Seus pais dizem que ela é uma criança muito dedicada e determinada. Luna é uma criança muito especial e adorável e é uma fonte constante de alegria e amor para todos que a conhecem.
 
  • Tico é uma criança autista e cadeirante. Sua alegria contagia a todos, além de ser um excelente artista. Seus desenhos são muito bonitos e servem de inspiração para as demais crianças. Além de ser talentoso na arte, Tico é muito carinhoso e amoroso e mostra que, mesmo com algumas limitações, é possível alcançar todos os seus objetivos.
 

A Turma da Apae Curitiba conta com 5 personagens inspirados nos nossos estudantes. E estarão nos ajudando a falar mais de inclusão e dos serviços que a Apae Curitiba presta para a sociedade.

Para Paulo Fortunato, coordenador de Comunicação, Marketing e Eventos da instituição, o projeto abre oportunidades e será uma ferramenta poderosa de inclusão. “Os personagens são inspirados nos estudantes, então fica mais fácil das famílias se identificarem, assim criamos uma conexão com eles, tanto nas redes sociais, quanto nos produtos de venda, consequentemente, atraímos recursos para manter e aprimorar os atendimentos na instituição”.

Tem muita novidade vindo aí! Não esqueça de acompanhar a Apae nas redes sociais e ficar por dentro das novidades!

Seja um Voluntário da Apae Curitiba

Já pensou em doar algumas horas da sua semana para ajudar aqueles que necessitam? A Apae Curitiba precisa de você. Ser voluntário é uma atividade prazerosa e com espírito de equipe você contribui para o fortalecimento da organização na sociedade. Ficou interessado? Clique AQUI. Será um prazer ter você junto conosco, na causa da pessoa com deficiência intelectual.

Hoje a instituição atende quase 500 estudantes em cinco escolas, oferecendo saúde e assistência social. São realizados, em média, 50 mil atendimentos terapêuticos por ano e 3,5 mil por dia. Por ser uma instituição sem fins lucrativos precisa de apoio da sociedade. O ambiente precisa de reformas e para isso, que tal doar para a Apae Curitiba e apoiar a causa da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla? É muito fácil, clique AQUI e saiba mais.

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content