Notícias

Segunda edição do Vincula – Ação traz novas perspectivas de futuro e ressalta o poder da união entre os funcionários da Apae Curitiba

Em 2024 o evento trouxe o tema ‘’Compromisso Transformador, Ações que Unem’’, com o propósito de abordar as visões emergentes de trabalho e harmonizar os projetos futuros da instituição.
bio-eduarda-zeglin
Eduarda Zeglin
Assistente de Comunicação, Marketing e Eventos
Publicado em

A segunda edição do evento Vincula-ação ocorreu na última quinta-feira (01) reunindo todos os funcionários da Apae Curitiba. O principal objetivo foi discutir as novas perspectivas de trabalho e alinhar os projetos futuros da instituição. A reunião proporcionou um espaço para a troca de ideias e a definição de estratégias para impulsionar as atividades da Apae. Este evento é uma forma de fortalecer o comprometimento da equipe e promover esforços em prol dos alunos e acolhidos. 

Durante a manhã os funcionários se reuniram para a palestra com Denise Soares, Diretora dos Direitos da Pessoa com Deficiência (PCD) da Prefeitura de Curitiba. Denise trouxe informações importantes sobre as melhores práticas e abordagens no atendimento e na promoção dos direitos das pessoas com deficiência. Ela explicou sobre como essas informações podem ser úteis e benéficas para todos os setores. 

‘’Todas as informações tanto as do nosso departamento como as jurídicas são informações que todos os funcionários que têm contato com pessoa com deficiência, com familiares de pessoa com PCD, podem utilizar o tempo todo.’’

Camila Zem, Advogada e Coordenadora do Jurídico do Departamento da Pessoa com Deficiência (PCD), abordou questões cruciais relacionadas ao tema. Direitos como a obtenção da carteirinha para autistas e as alterações no código civil foram os focos centrais de sua palestra.

‘’É fundamental que vocês funcionários da Apae entendam, conheçam e disseminem esse conhecimento, tanto pra pessoa com deficiência como pros seus familiares, muitas vezes eles não sabem os direitos que eles têm, então se o funcionário souber e repassar esse conhecimento, eles vão conseguir acessar esses direitos que os pertencem’’, ressaltou Zem. 

À tarde, a equipe de parceiros da Apae Curitiba, representada pela Viacredi, proporcionou uma série de palestras e dinâmicas envolvendo os colaboradores. Samira Nalu Idesio, Especialista em Treinamento em Gestão de Pessoas e Análise Comportamental na empresa, enfatizou que a Viacredi, por meio do programa Progride, tem dedicado esforços ao desenvolvimento das comunidades por meio da educação, expandindo agora sua atuação para as instituições de ensino. A cooperativa já alcançou uma sólida presença em Santa Catarina e no Paraná está atuando há quatro anos.

‘’A equipe veio para trabalhar com o tema: ‘’Despertando pra Cooperação’’, pra que todos tenham um movimento feliz, leve e bastante tranquilo durante o ano de 2024, um momento bem especial tanto pra cooperativa nessa parceria com a Apae’’, ressaltou Samira. 

A Viacredi também se compromete a oferecer benefícios aos colaboradores da Apae Curitiba, seja por meio de orientações financeiras ou assistência para atender às necessidades dos funcionários, alunos e suas famílias, tudo com o objetivo de promover união e transformação de vidas.

Além das palestras, as dinâmicas desempenharam um papel crucial ao ajudar os funcionários a compreenderem a importância do cooperativismo e do trabalho em equipe. A união de esforços possibilita a construção de um ambiente melhor e mais saudável. Carlos Kohls, gerente da Viacredi, destaca que a cooperativa possui uma preocupação econômica e social, demonstrando que o cooperativismo pode ser aplicado na prática, no cotidiano da gestão.

‘’A gente sempre parte a partir da cooperação, então através do cooperativismo de pequenas ações do nosso dia a dia a gente consegue grandes resultados, então de forma lúdica, a gente vem trazendo essas dinâmicas aqui pros professores e colaboradores, pra poder levar isso pros alunos, familiares e todo o corpo docente da Apae’’, disse Kohls. 

Ações como essa contribuem para o fortalecimento da equipe e dos colaboradores, é o que ressaltou Eduardo Szpunar, Gerente de Desenvolvimento Institucional da Apae Curitiba e Marina Gulin, Integrante do Conselho Administrativo da entidade.

‘’Passar num evento como esse de forma bacana, descontraída, não naquela coisa tão formal, eu acho muito bacana, porque envolve as pessoas, engaja as pessoas pra esses novos valores, pra essa missão, essa visão de futuro pra Apae e é algo que eu acho que precisava, as pessoas precisam ter essa dimensão pra onde a instituição vai e qual o meu papel dentro dela, então é fundamental’’, disse Szpunar. 

‘’Conseguir contribuir mais uma vez e trazer uma instituição como a Viacredi pra essa parceria, começando já o ano letivo de 2024 é maravilhoso, porque tanto uma instituição como a outra tem o propósito de contribuir e não só crescer, e agora juntando todas as escolas no mesmo ambiente, colocando todo mundo pra fazer essas dinâmicas juntos é maravilhoso’’, comenta Gulin.  

O Vincula – Ação evidenciou que um dos principais pontos durante o evento foi o fortalecimento e a união entre os funcionários e colaboradores, mostrando que a força reside na coletividade. Além disso, proporcionou uma atualização abrangente para os funcionários de todos os setores sobre os acontecimentos recentes e futuros. ‘’Eu acho que a questão de deixar às claras, não só a parte pedagógica, mas a parte administrativa, o que vem acontecendo em todas as sedes da Apae, essas dinâmicas de mostrar a todos que a união e a parceria faz um time maior e mais forte, eu acho que isso é o essencial dentro de uma instituição como a Apae’’, disse Ana Maria professora da Escola de Estimulação e Desenvolvimento (CEDAE)

Sem dúvida a participação dos colaboradores e funcionários foi crucial para que a instituição continue crescendo. Felipe Matuella, professor de Educação Física, espera colaborar com seus conhecimentos nos próximos eventos. ‘’Espero futuramente, com todos os estudo que eu venho fazendo, um dia poder palestrar algum tema importante. Eu faço cursos muito vantajosos pra área da educação especial, sou um profissional que está sempre me atualizando, então se eu tiver essa oportunidade de ensinar os meus colegas e as coisas positivas pra gente agregar no trabalho dos nossos colaboradores e com todos os estudantes das instituições também estou à disposição e acho que isso é muito válido’’, comentou. 

Com a correria do dia a dia, as trocas e vivências muitas vezes são deixadas de lado, e o evento tem o propósito de unir os funcionários em prol da principal causa: a pessoa com deficiência. Edi Marise Barni, professora da Escola Luan Muller, trouxe sua perspectiva como professora: ‘’Você atua como professora e sai sempre correndo, então eu vejo que esses encontros são de suma importância para você conhecer melhor as pessoas e também o papel e o trabalho da Apae como um todo’’. 

Rayana Ruas de Oliveira, psicóloga das Casas de Acolhimento Institucional, falou sobre o evento e como ele pôde reforçar os laços da equipe Apaeana. ‘’É muito importante, porque afinal de contas a gente está trabalhando em prol dos acolhidos ou dos estudantes, então é sempre importante a gente estar em movimento, estar buscando aprimorar o nosso conhecimento pra fortalecer e trazer essa união de trabalho na equipe de profissionais que trabalham na Apae’’. 

O evento Vincula-ação foi mais uma iniciativa que ajudou a fortalecer a união corporativa, trazendo inspiração e colaboração. A troca de informações e a participação ativa dos colaboradores contribuíram para criar uma visão coletiva, sintonizada com os desafios e oportunidades. Dessa forma, o evento não apenas cumpriu seu propósito imediato, mas também lançou as bases para um futuro promissor e alinhado com os valores e metas da Apae Curitiba.

Para saber tudo sobre Deficiência Intelectual, Síndromes e Transtornos, siga a Apae Curitiba no Facebook e Instagram.

A Apae Curitiba

A Apae Curitiba conta com três centros terapêuticos que oferecem atendimentos à saúde gratuitos às pessoas com deficiência intelectual ou múltipla. A instituição é mantenedora de cinco escolas especializadas localizadas em Santa Felicidade, Batel e Seminário, em Curitiba. Confira nossas escolas:

➔ Escola de Educação de Estimulação e Desenvolvimento – CEDAE: Faixa Etária: 0 a 5 anos e 11 meses. 

➔ Escola Luan Muller: Faixa Etária: de 06 a 15 anos e 11 meses. 

➔ Escola Terapêutica Vivenda: Faixa Etária: a partir de 16 anos, com atuação no EJA. 

➔ Escola Integração e Treinamento do Adulto – CITA: Faixa Etária: acima de 16 anos, com atuação no EJA. 

➔ Escola Agrícola Henriette Morineau: Adultos e adolescentes a partir de 17 anos.

Notícias Relacionadas

Nota à Imprensa e a Comunidade

Voltar Notícias Paulo Fortunato Jornalista, Gerente de Comunicação, Markentig e Eventos Publicado em21 de fevereiro de 2024 A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Curitiba vem por

Sem mais notícias por enquanto!
Pular para o conteúdo