Notícias

Tecnologia Assistiva traz metodologias para manter a qualidade de vida das pessoas com deficiência

As práticas são voltadas para diversas áreas, além de contar com níveis de recursos.
Eduarda Zeglin
Estagiária de Jornalismo
Publicado em
Tecnologia Assistiva

Proporcionar recursos, metodologias e estratégias para melhorar a qualidade de vida e manter a inclusão social das pessoas com deficiência são funções da Tecnologia Assistiva. Apesar dos avanços tecnológicos em relação às práticas aplicadas dentro desse universo, o método ainda é recente. Os primeiros conceitos relacionados a essa área começaram a ser debatidos a partir dos anos 80 e mais tarde foram oficializados pelo American with Disabilities Act (ADA), o regulador máximo dos direitos das pessoas com deficiência nos Estados Unidos.

Conforme o Portal Educa Mundo, as diretrizes apresentadas pelo ADA, dizem que a tecnologia assistiva conta com algumas categorias e recursos fundamentais, classificados de acordo com cada grupo e seus níveis de necessidade. Por isso, toda pessoa com deficiência pode usufruir dessas tecnologias, seja deficiente visual, auditivo ou intelectual, que precisam de meios facilitadores para poderem exercer suas atividades do dia a dia. Dentro dela, alguns equipamentos são utilizados para manter o desenvolvimento das pessoas. Confira. 

  • Tecnologia Assistiva para pessoas com deficiência intelectual: Neste caso, podemos pensar em recursos que ajudam na comunicação, como, por exemplo, as pranchas constituídas por letras, números e símbolos que possibilitam a formação de palavras. Outro ponto interessante é a utilização de softwares como lupas eletrônicas e teclados que ampliam as letras das telas.
 
  • Tecnologia Assistiva para pessoas com deficiência visual: São disponibilizados recursos como braille e oferece uma melhor comunicação por meio de equipamentos de voz. 
 
  • Tecnologia Assistiva para pessoas com dificuldade na locomoção: O sistema oferece cadeira de rodas, andadores, próteses e órteses e dispositivos de transferência que possibilitam uma maior autonomia, sem que precisem ser levadas por cuidadores. Elevadores e tábuas deslizantes são alguns exemplos que ajudam na transferência da cama para a cadeira de rodas.  
 

Há vários campos onde a Tecnologia Assistiva pode ser integrada. As principais estão ligadas à educação, saúde, tecnologia e assistência social, onde permite auxiliar diretamente a pessoa com deficiência (PcD). Por um lado, a educação especial visa olhar de forma individual para cada aluno, trazendo uma abordagem diferenciada, tornando o aprendizado lúdico, por jogos, brincadeiras e materiais didáticos. Por outro, a saúde também é fundamental para toda e qualquer deficiência, proporcionando bem-estar e qualidade de vida. Nesse caso se incluem alguns tipos de profissionais como, psicólogos, neurologistas, fonoaudiólogos e ortopedistas. As tecnologias são essenciais, trazem novas descobertas e inovações, além de ampliar os estudos voltados para acessibilidade, mobilidade e aprendizado. 

Dentre os recursos utilizados pela Tecnologia Assistiva podemos encontrar a comunicação alternativa, ela possibilita uma comunicação mais assertiva a partir de aparelhos eletrônicos e materiais com símbolos que garantem a interação do indivíduo. Os sistemas de controle de ambiente trazem acessibilidade em todos os espaços, seja em casa, na escola, no trabalho e nos ambientes de lazer. Os projetos arquitetônicos também são bases fundamentais no processo de locomoção, dando acesso ao transporte público, entre outros estabelecimentos comerciais. 

Essas são apenas algumas abordagens essenciais, em constante mudança e aperfeiçoamento para garantir a total inclusão, dando acesso facilitado a pessoa com deficiência. 

Ajude a Apae Curitiba através da sua conta de luz

Você sabia que uma das formas de doar para Apae Curitiba é através da sua conta de luz? Basta entrar em contato com a Copel pelo telefone 0800 722 2723 e informar que quer fazer uma doação para a instituição do valor desejado. O valor que você escolheu será direcionado a instituição que será cobrado na sua próxima fatura. Não esqueça de estar com documentos em mãos para que eles possam confirmar sua identidade. Não deixe de doar! Existem maneiras simples e fáceis para você colocar sua generosidade em prática. Entre em contato agora mesmo com a Copel solicitando sua doação. Contamos com você. Saiba mais clicando AQUI

Hoje a instituição atende quase 500 estudantes em cinco escolas, oferecendo saúde e assistência social. São realizados, em média, 50 mil atendimentos terapêuticos por ano e 3,5 mil por dia. Por ser uma instituição sem fins lucrativos precisa de apoio da sociedade. O ambiente precisa de reformas e para isso, que tal doar para a Apae Curitiba e apoiar a causa da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla? É muito fácil, clique AQUI e saiba mais. 

Foto: incluireeducar.com.br

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content