Notícias

Setembro Verde: mês da inclusão das pessoas com deficiência

A campanha tem o objetivo de conscientizar a população e dar visibilidade para a causa da PcD.
Setembro Verde: mês da inclusão das pessoas com deficiência
Eduarda Zeglin
Estagiária de Jornalismo
Publicado em
no lado direito uma mãe com um laço verde. no lado esquerdo está escrito: A inclusão da PcD é garantida pela Lei 13.146 de 2015. Onde foi instituída a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência), destinada a assegurar e a promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e cidadania.

O mês de setembro é dedicado às pessoas com deficiência (PcD) e procura conscientizar a população sobre a importância da inclusão com o Setembro Verde. A campanha teve início em 2015 e foi instituída pela Federação Nacional das Apaes do Estado de São Paulo, em parceria com a Apae de Valinhos (SP).  A data faz alusão ao Dia Nacional da Pessoa com Deficiência, celebrado em 21 de setembro, coincidindo com o Dia da Árvore que traz a cor verde, representando a esperança de dias melhores. 

O Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência foi instituído em 1982 por movimentos sociais, os quais reivindicavam os direitos dessa população. Mas apenas em 2005 foi oficializado por meio da Lei nº 11.133/2005. Apesar desses avanços, ainda há muito para ser conquistado, buscando trazer e ampliar práticas efetivas dentro da sociedade. É preciso olhar para todos os tipos de dificuldades enfrentadas no dia a dia, seja através da mobilidade, da saúde ou até mesmo da educação. Por isso, o Setembro Verde é importante para continuar debatendo sobre essa temática.

A PcD sempre esteve longe dos espaços de fala e decisão, tratada de modo inferior, por isso é necessário ampliar práticas que auxiliam esse processo. Existem maneiras de ajudar a causa e uma delas é realizando doações para instituições que oferecem o atendimento especializado, como a Apae Curitiba. A instituição tem a missão de promover e articular ações que permitam às pessoas com deficiência intelectual e múltipla terem seus direitos assegurados, além de promover apoio às famílias e atuar para manter a inclusão nos espaços. A instituição também trabalha de forma articulada nas áreas da educação, saúde e assistência social.

Não deixe de doar! Faça um PIX e ajude a Apae Curitiba

Doar ficou ainda mais fácil com a opção PIX. Agora você tem mais essa modalidade, a qual é muito rápida, prática e segura. Lembre-se, que sua doação vale muito para a Apae Curitiba. Atualmente, são quase 500 estudantes em cinco escolas, oferecendo saúde e assistência social. São realizados, em média, 50 mil atendimentos terapêuticos por ano e 3,5 mil por dia. Por ser uma instituição sem fins lucrativos precisa de apoio da sociedade. Faça um PIX pela chave: doe@apaecuritiba.org.br (Chave)

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content