Notícias

Jogos de RPG mostram benefícios no desenvolvimento socioemocional de crianças e adolescentes com TDAH, diz jornal

A terapia com jogos tem sido cada vez mais utilizada, alcançando resultados significativos.
bio-eduarda-zeglin
Eduarda Zeglin
Assistente de Comunicação, Marketing e Eventos
Publicado em

Nesta semana uma matéria publicada pelo jornal Estadão mostrou que jogos de RPG podem trazer benefícios socioemocionais em crianças e jovens. Um dos casos apontados foi do menino Theo, de 10 anos, ao ser diagnosticado com o transtorno. O garoto participa de sessões de terapia, além de grupos mediados por psicólogos que atuam com o jogo. 

O especialista Germano Henning relatou ao jornal que o RPG tem potencial para beneficiar não apenas a adesão às práticas esportivas, mas também outras áreas. Indivíduos com características associadas ao TDAH enfrentam desafios em diversas esferas da vida, como no trabalho, nos estudos e nas relações interpessoais, devido à falta de atenção, impulsividade e hiperatividade.  

O jogo de RPG é uma atividade lúdica que envolve a criação de personagens e a participação ativa dos jogadores na construção de narrativas. Nele, os participantes assumem papéis fictícios e colaboram para desenvolver uma história, muitas vezes mediada por um mestre de jogo. Especialistas acreditam que essa prática pode ter impactos positivos, contribuindo significativamente para o desenvolvimento da criatividade, liderança e habilidades sociais. Além disso, destaca-se a capacidade do RPG em ajudar os participantes a lidar com desafios e frustrações ao longo da vida.

Laura Cutrim, psicóloga e coordenadora do setor terapêutico da Apae Curitiba, destaca a frequente utilização de jogos na terapia de crianças e adolescentes. Ela enfatiza que a assimilação de regras desempenha um papel fundamental no processo de desenvolvimento e aprendizado, tornando a abordagem terapêutica mais lúdica e leve.

‘’O uso de jogos estimula a compreensão de regras, causa e consequência, favorece o controle inibitório e o processo de compreensão de ritmo do jogo. Ainda é possível ampliar consideravelmente o tempo de atenção com jogos que aumentam gradativamente a dificuldade e consequentemente o tempo. Utilizar jogos é uma ótima estratégia’’, ressalta Cutrim. 

Conforme abordado no artigo intitulado “Competências Sociais em Crianças com TDAH: Uma Análise da Literatura”, estima-se que o transtorno afeta entre 6% a 9% da população. Observa-se que, em 40% a 80% das crianças diagnosticadas, o distúrbio persiste durante a adolescência, enquanto na idade adulta é identificado em 66% ou mais dos casos diagnosticados na infância.

Estes dados destacam a relevância de abordagens inovadoras no manejo dessa condição. Não apenas os jogos de RPG, mas também outras intervenções lúdicas representam ferramentas valiosas no contexto dos tratamentos terapêuticos. À medida que médicos e especialistas buscam criar terapias que incorporem estratégias baseadas em jogos, é possível alcançar resultados positivos. O aumento do reconhecimento dos benefícios dessas práticas indica uma mudança encorajadora na maneira como enfrentamos e tratamos as complexidades do TDAH.

Para saber tudo sobre Deficiência Intelectual, Síndromes e Transtornos, siga a Apae Curitiba no Facebook e Instagram.

Ajude a Apae Curitiba com suas Notas Fiscais

A Apae Curitiba disponibiliza urnas de coleta para notas fiscais em instituições parceiras. Quando o cliente não informa seu CPF é possível deixá-las dentro da urna como forma de doação. Nós podemos recolher periodicamente e lançar no sistema do Nota Paraná e, assim, conseguimos receber o valor dos impostos e reverter em doação para ajudar com os custos da instituição. Se você tem um comércio, entre agora mesmo em contato conosco e informe seu desejo de nos ajudar que levaremos até você uma urna de coleta. Contamos com sua ajuda. Muitas vidas podem ser impactadas através dessa sua atitude. Saiba mais clicando AQUI

Notícias Relacionadas

Nota à Imprensa e a Comunidade

Voltar Notícias Paulo Fortunato Jornalista, Gerente de Comunicação, Markentig e Eventos Publicado em21 de fevereiro de 2024 A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Curitiba vem por

Sem mais notícias por enquanto!
Pular para o conteúdo