Notícias

Como pessoas sem deficiência podem contribuir para a luta das pessoas com deficiência?

Listamos algumas atitudes que todos podem ter para colaborar com a luta e o cotidiano das pessoas com deficiência
Como pessoas sem deficiência podem contribuir para a luta das pessoas com deficiência?
Redação Apae
Publicado em
Imagem apae brasil

A luta por uma sociedade mais inclusiva precisa ser de todos! Pensando em cuidados que podem e devem ser tomados no dia a dia para um mundo mais acessível, listamos algumas atitudes que todos podem ter para colaborar com a luta e o cotidiano das pessoas com deficiência.

Entenda o que é capacitismo e não tenha esse comportamento

Se você ainda não sabe, a gente conta: capacitismo é a discriminação e o preconceito social contra pessoas com alguma deficiência. Ter uma atitude capacitista passa pela prática de bullying, negação de direitos básicos, não reconhecer o valor da pessoa com deficiência, desconfiar de suas habilidades, não dar a ela oportunidade de se expressar, querer falar por ela, enfim, todo comportamento que incomode e faça a pessoa com deficiência se sentir desrespeitada em sua autonomia. Algumas palavras e expressões também podem soar capacitistas e devem ser evitadas.

Reflita sobre inclusão

Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem 17,3 milhões de pessoas com deficiência relacionada a pelo menos uma de suas funções. Isso representa 8,4% da população brasileira. É uma parte significativa da população que, diariamente, enfrenta vários desafios. Você costuma observar a presença de pessoas com deficiência nos ambientes em que convive? Como acontece a inclusão? Seja um agente da mudança!

Doe recursos ou tempo para a causa

Colaborar na manutenção doando recursos ou talentos para uma causa é uma atitude nobre e que ajuda a construir uma sociedade mais justa e inclusiva. Afinal, para ter o mundo que queremos é preciso arregaçar as mangas, não? Por isso, convidamos você a procurar a Apae mais perto de você para saber como colaborar ou doar pelo nosso site. Clique aqui.

Atente-se ao que a pessoa com deficiência pensa e sente

Supor o que os outros estão pensando ou sentindo não é o ideal. É preciso estar atento como as pessoas, não só as com deficiência, gostam de ser tratadas e como se sentem. Tentar ajudar quando não é necessário ou interromper para completar são atitudes desrespeitosas e que devem ser evitadas. Antes de ajudar, pergunte. Caso tenha alguma dúvida, converse com a pessoa e entenda como ela se sente e pensa a respeito, e pergunte como ela gostaria de ser tratada.

 Texto: Janine Martins – Apae Brasil

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content