Notícias

Ilha do Mel se destaca como pioneira do turismo para autistas

A iniciativa tem sido reconhecida em todo o país, além de trazer boas experiências aos turistas e suas famílias.
bio-eduarda-zeglin
Eduarda Zeglin
Assistente de Comunicação, Marketing e Eventos
Publicado em

A Ilha do Mel é um dos destinos turísticos mais procurados do litoral paranaense, com praias de águas cristalinas, trilhas ecológicas e uma rica história cultural. Nos últimos anos, o turismo na região tem se voltado para a inclusão de pessoas com deficiência, em especial os autistas. 

Para muitas famílias que têm filhos autistas, viajar pode ser um desafio, já que é necessário encontrar destinos que ofereçam condições adequadas para que a criança possa se divertir e se sentir confortável. Pensando nisso, a Ilha do Mel tem se esforçado para ser um destino inclusivo, onde pessoas com autismo possam desfrutar de todas as suas belezas e atividades.

Uma das principais iniciativas da Ilha do Mel em relação à inclusão no turismo é a capacitação de profissionais da área. Guias de turismo, monitores de trilhas e funcionários de hotéis e pousadas têm recebido treinamento para lidar com pessoas com o espectro. Eles aprendem, por exemplo, a identificar possíveis desencadeadores de comportamentos inadequados e a agir de maneira calma e segura em situações de crise.

Uma das principais atrações turísticas da Ilha do Mel é a Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres, que remonta ao século XVIII e é um importante marco histórico da região. O local recebe visitas de turistas todos os dias e tem se esforçado para ser um espaço inclusivo. Guias treinados recebem grupos de visitantes com a condição e conduzem a visita de forma adaptada, utilizando recursos visuais e sensoriais para tornar a experiência mais acessível.

Outro destaque da Ilha do Mel é a praia do Farol, que é considerada uma das mais bonitas do Brasil. A praia é protegida por um parque estadual e tem uma infraestrutura completa para receber turistas, com quiosques, chuveiros e banheiros. Para os autistas, a praia pode ser um ambiente desafiador, devido ao barulho e à agitação. Por isso, a Ilha do Mel tem promovido atividades adaptadas, como passeios de barco e trilhas guiadas, que permitem que os autistas explorem a região sem se sentirem sobrecarregados.

A ideia de tornar a Ilha do Mel um destino turístico inclusivo para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) surgiu a partir da tese de mestrado da turismóloga Dayanny Feitosa. A iniciativa foi abraçada pela Associação Brasileiras das Ilhas Turísticas (Abitur), que escolheu a Ilha do Mel para ser o local de um projeto piloto. Durante dois dias de treinamento, os empresários e trabalhadores da ilha demonstraram grande interesse e participação, o que indica que a implementação prática do projeto deve ser bem-sucedida. 

Segundo o presidente da Abitur, Rafael Guttierres Junior, de acordo com levantamentos realizados por publicações especializadas, a demanda pode aumentar em até 60% após a divulgação de um destino turístico adaptado para receber pessoas com TEA. Ele também ressaltou que os comerciantes da ilha já perceberam a presença cada vez maior desse público.

O trabalho da Ilha do Mel em relação à inclusão de autistas no turismo tem sido reconhecido em todo o país. Inclusive, no dia 2 de abril, foi realizado um evento oficial de entrega do título de 1ª Ilha Turística Adaptada ao Autista no Brasil – e do selo de “Empresa Amiga da Pessoa Autista” aos estabelecimentos credenciados. Em maio deste ano começa a segunda fase, de acompanhamento e suporte, que vai até abril de 2024. 

Ao incluir pessoas com autismo em suas atividades turísticas, a Ilha não apenas proporciona uma experiência única e enriquecedora para essas pessoas, mas também ajuda a fomentar um turismo mais diverso e inclusivo, que valoriza e respeita a diversidade humana. Com suas belas praias, trilhas e patrimônio histórico. 

Ajude a Apae Curitiba através da sua conta de luz

Você sabia que uma das formas de doar para Apae Curitiba é através da sua conta de luz? Basta entrar em contato com a Copel pelo telefone 0800 722 2723 e informar que quer fazer uma doação para a instituição do valor desejado. O valor que você escolheu será direcionado a instituição que será cobrado na sua próxima fatura. Não esqueça de estar com documentos em mãos para que eles possam confirmar sua identidade. Não deixe de doar! Existem maneiras simples e fáceis para você colocar sua generosidade em prática. Entre em contato agora mesmo com a Copel solicitando sua doação. Contamos com você. Saiba mais clicando AQUI

Hoje a instituição atende quase 500 estudantes em cinco escolas, oferecendo saúde e assistência social. São realizados, em média, 50 mil atendimentos terapêuticos por ano e 3,5 mil por dia. Por ser uma instituição sem fins lucrativos precisa de apoio da sociedade. O ambiente precisa de reformas e para isso, que tal doar para a Apae Curitiba e apoiar a causa da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla? É muito fácil, clique AQUI e saiba mais. 

Foto: Kendy Fujita / melhoresdestinos.com.br

Notícias Relacionadas

Nota à Imprensa e a Comunidade

Voltar Notícias Paulo Fortunato Jornalista, Gerente de Comunicação, Markentig e Eventos Publicado em21 de fevereiro de 2024 A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Curitiba vem por

Sem mais notícias por enquanto!
Pular para o conteúdo