Notícias

Apae Curitiba participa do 2° Festival de Artes Integradas da Pessoa com Deficiência

A instituição foi representada pelas escolas CEDAE e Luan Muller
Apae Curitiba participa do 2° Festival de Artes Integradas da Pessoa com Deficiência
Paulo Fortunato
Jornalista e Coordenador de Comunicação, Markentig e Eventos
Publicado em

Curitiba recebeu no último sábado (12), a segunda edição do Festival de Artes Integradas da Pessoa com Deficiência. O projeto que é idealizado pelo Coletivo Inclusão com o apoio do Ministério do Turismo, trouxe diversas apresentações culturais de alunos de Apaes parceiras, incluindo a de Curitiba, que foi representada pelas escolas de Estimulação e Desenvolvimento (CEDAE) e Luan Muller. O evento aconteceu no Portão Cultural.

Cantiga de Roda: A história, foi a apresentação da Escola CEDAE. Segundo a sinopse, essa é uma daquelas histórias que a gente já ouviu em algum lugar, ou que já ouviu falar, mas que nunca sabe de fato como aconteceu. Através de brincadeiras e cantigas improvisadas, as alunas Luana e Kiara, encantaram o público.

A apresentação da Escola Luan Muller, aconteceu no quadro APAESHOW, que foi dirigido pelos professores Iury Pietreski e Nayana Valente. Além da Apae Curitiba, estiveram presentes também as instituições de São José dos Pinhais e Fazenda Rio Grande do Sul. Eles contam na sinopse, que tudo começa no ponto de ônibus da Apae Fazenda Rio Grande, que segue seu trajeto. Durante o percurso, acontecem diversas apresentações, entre elas: dança, teatro com bonecos, lutas e apresentação circense.

O estudante Carlos, da escola Luan Muller, participou do APAESHOW e contou que estava muito feliz de se apresentar para o público: “Estou muito feliz e quero vir mais vezes”, disse. Contou também sobre os diversos ensaios que realizaram para se prepararem para a show. “Ensaiamos bastante”, falou.

A Diretora da Escola Luan Muller, Dayse Moniciano, esteve presente no evento e contou que apresentações como essa, valorizam a imagem, talento e autoestima dos estudantes. “Eles podem tudo, basta nós acreditarmos e investirmos”, concluiu a diretora.

Mariana Mendes, estudante de fisioterapia, prestigiou o evento e contou que ficou maravilhada com o espetáculo. Além disso, frisou a importância da inclusão e potencialidades dos estudantes. “Estou saindo daqui feliz e realizada, eventos como esse, contribuem para uma sociedade melhor e inclusiva. Hoje eu pude ver a potencialidade desses jovens estudantes”, comentou.

Além das apresentações, o público pode conferir outras atrações como roda de capoeira, exposição de pintura e tela, o curta metragem Shake Bicho, o Coral Encanto e o circo Extraordinário.

A Apae Curitiba

A Apae Curitiba conta com três centros terapêuticos que oferecem atendimentos à saúde gratuitos às pessoas com deficiência intelectual ou múltipla. A instituição é mantenedora de cinco escolas especializadas localizadas em Santa Felicidade, Batel e Seminário, em Curitiba. Confira nossas escolas:

➔ Escola de Educação de Estimulação e Desenvolvimento – CEDAE: Faixa Etária: 0 a 5 anos e 11 meses. 

➔ Escola Luan Muller: Faixa Etária: de 06 a 15 anos e 11 meses.

➔ Escola Terapêutica Vivenda: Faixa Etária: a partir de 16 anos, com atuação no EJA.

➔ Escola Integração e Treinamento do Adulto – CITA: Faixa Etária: acima de 16 anos, com atuação no EJA.

➔ Escola Agrícola Henriette Morineau: Adultos e adolescentes a partir de 17 anos.

Fotos: Coletivo Inclusão

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content