Notícias

Festa Junina da Apae Curitiba reuniu tradição e alegria entre a comunidade

A edição de 2023 contou com a participação da imprensa, autoridades e voluntários.
bio-eduarda-zeglin
Eduarda Zeglin
Assistente de Comunicação, Marketing e Eventos
Publicado em

Aconteceu no último sábado (17) o Arraiá da Apae Curitiba na unidade de Santa Felicidade. O evento contou com várias programações dentre elas, brincadeiras, bingo, quadrilha, concurso de sinhazinha e sinhozinho e também as tradicionais comidas típicas.

Durante o início da manhã, os funcionários começaram a se movimentar para preparar as tradicionais barraquinhas da festa junina. Enquanto alguns organizavam as barracas de comidas típicas, como cachorro-quente, milho-verde e quentão, outros se dedicavam às passagens de som, ajustando os equipamentos para garantir que a música e as apresentações pudessem ser apreciadas por todos. 

Toda equipe da instituição foi responsável pela produção e organização da festa como alunos, voluntários, colaboradores e funcionários das cinco escolas, as quais cuidaram de cada atração realizada. A diretora da escola de Integração e Treinamento do Adulto (CITA), Soeli Morais, contou um pouco sobre como foi esse momento para os alunos, ‘’eles ajudaram a preparar os enfeites, fazendo pintura, colagem, então eles participam de todo o processo e é sempre uma expectativa muito grande pra eles e pra todos nós, a gente fica esperando esse dia com muita alegria e com bastante ansiedade, esperando que dê tudo certo e sempre dá, fica uma festa muito bonita, junto com as famílias, os nossos estudantes e funcionários’’, ressaltou a diretora. 

A escola de Estimulação e Desenvolvimento (CEDAE), além de proporcionar as brincadeiras da festa, também preparou o concurso de sinhazinha e sinhozinho, os alunos empenharam-se em arrecadar prendas, e os que mais se destacaram foram a Maria Alice Alves e Felix Bertoldi de Lima, premiados como vencedores. Em um momento especial, cada aluno teve a oportunidade de passar na passarela montada pela equipe da escola. Acompanhados por suas mães e professoras, os pequenos desfilaram, e foram presenteados pelo presidente da instituição, Paulo Michelon.

Segundo Margareth Terra, diretora da escola, esse evento se tornou uma prática recorrente durante as festividades juninas, ‘’o concurso de sinhozinho e sinhazinha tem sido uma tradição do CEDAE na Festa Junina da Apae, motivando as famílias a participarem tanto da festa, como fonte de captação para nossa instituição,’’ ressalta. 

A festividade contou com a ativa participação da comunidade, que se envolveu nas diversas atividades oferecidas. A tarde foi animada com direito a dez rodadas de premiação do bingo preparado pela escola Luan Muller. Enquanto isso, outros aproveitaram as irresistíveis comidas típicas, além do “cantinho da selfie”, montado para que a comunidade deixasse o seu registro. No meio da tarde, os alunos tiveram seu momento na apresentação da quadrilha, onde a comunidade pôde prestigiar a coreografia. 

O evento contou com a presença de representantes políticos, além da emissora RPC, que marcou presença durante a manhã, trazendo a cobertura do evento. Também vale destacar o apoio dos voluntários, que se dedicaram a cuidar da barraquinha dos produtos sociais da instituição. A presença das autoridades e o comprometimento dos voluntários ajudaram a fortalecer ainda mais os laços entre a comunidade e a Apae Curitiba.

Priscila Antunes, responsável pela captação de recursos da Apae, esteve à frente dessa parceria e deixou o seu agradecimento em nome da entidade, ‘’gostaríamos de agradecer a parceria e dedicação no trabalho voluntário em conjunto conosco. A colaboração entre a nossa organização e o grupo de voluntários fez uma enorme diferença em nosso evento, não apenas beneficiou aqueles que receberam sua assistência direta, mas também inspirou outras pessoas a se envolverem em ações semelhantes. Vocês são um exemplo brilhante de como empresas e indivíduos podem colaborar para criar um impacto positivo e duradouro em nossa sociedade,’’ comentou Antunes. 

A Apae Curitiba agradece a toda a comunidade que se uniu na festa junina e a participação de cada um, que contribuiu de forma significativa para o sucesso do evento. Seja através de doações, voluntariado, apoio logístico ou simplesmente comparecendo e compartilhando momentos de alegria, cada gesto foi fundamental para que pudéssemos proporcionar um dia especial e memorável para todos os envolvidos.

A Apae Curitiba

A Apae Curitiba conta com três centros terapêuticos que oferecem atendimentos à saúde gratuitos às pessoas com deficiência intelectual ou múltipla. A instituição é mantenedora de cinco escolas especializadas localizadas em Santa Felicidade, Batel e Seminário, em Curitiba. Confira nossas escolas:

➔ Escola de Educação de Estimulação e Desenvolvimento – CEDAE: Faixa Etária: 0 a 5 anos e 11 meses. 

➔ Escola Luan Muller: Faixa Etária: de 06 a 15 anos e 11 meses. 

➔ Escola Terapêutica Vivenda: Faixa Etária: a partir de 16 anos, com atuação no EJA. 

➔ Escola Integração e Treinamento do Adulto – CITA: Faixa Etária: acima de 16 anos, com atuação no EJA. 

➔ Escola Agrícola Henriette Morineau: Adultos e adolescentes a partir de 17 anos.

Notícias Relacionadas

Nota à Imprensa e a Comunidade

Voltar Notícias Paulo Fortunato Jornalista, Gerente de Comunicação, Markentig e Eventos Publicado em21 de fevereiro de 2024 A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Curitiba vem por

Sem mais notícias por enquanto!
Pular para o conteúdo