Notícias

Fenapaes divulga tema da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla de 2023: “Conectar e somar para construir inclusão”

A partir do início do mês de maio, organização apresentará uma série de materiais acerca da campanha, a exemplo de ações, conteúdos e informações promovidas pela Rede Apae
Logo Apae Curitiba
Redação Apae
Publicado em

Começou a contagem regressiva para a campanha mais aguardada do ano: a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, que, neste ano, terá como tema “Conectar e somar para construir inclusão”. A iniciativa é desenvolvida pela Federação Nacional das Apaes (Fenapaes) desde 1963, entre os dias 21 e 28 de agosto, e foi introduzida no calendário nacional pela Lei nº 13.585/2017.

No texto norteador divulgado nesta quinta-feira (27), a organização destaca que o tema de 2023 visa mostrar à população que, diante da força da Era da Informação e dos impactos que a mesma causa, a conexão – por meio da comunicação interpessoal e digital – é uma ferramenta capaz de ampliar horizontes e perspectivas, permitindo, consequentemente, a união de esforços em torno de uma corrente: a construção da inclusão.

“Acreditamos que a conexão proporciona às pessoas com deficiência e suas famílias a ter melhor conhecimento de seus direitos, além de disponibilizar formas acessíveis de se comunicar com a sociedade como um todo, a exemplo dos inúmeros canais de comunicação digital: redes sociais, podcasts, lives, blogs, sites, aplicativos de mensagens instantâneas, entre outros. Essas ações de se conectar e comunicar são elementares no sentido de agregar e somar forças, para que, assim, o paradigma de impedimento social, ainda presente em pleno século XXI, seja descontruído e erradicado”, afirma.

A partir do início do mês de maio, a Apae Brasil apresentará uma série de materiais acerca da campanha, a exemplo de ações, conteúdos e informações promovidas pela Rede Apae que têm colaborado de maneira firme para a construção uníssona da inclusão das pessoas com deficiência – desde a primeira infância até a terceira idade – nos espaços sociais.

“A Fenapaes acredita que, a partir dos trabalhados feitos pelo movimento apaeano, firmados na dedicação e na versatilidade das conexões, teremos a oportunidade de provocar na sociedade a necessidade de se integrar, de maneira responsável, em benefício das causas das pessoas com deficiência, dando-lhes vez e voz e mostrando a importância da inclusão para o desenvolvimento do país. Afinal, a sociedade é de todos para todos”, enfatiza a entidade.

Texto: Felipe Menezes / Apae Brasil 

Seja um Voluntário da Apae Curitiba

Já pensou em doar algumas horas da sua semana para ajudar aqueles que necessitam? A Apae Curitiba precisa de você. Ser voluntário é uma atividade prazerosa e com espírito de equipe você contribui para o fortalecimento da organização na sociedade. Ficou interessado? Clique AQUI. Será um prazer ter você junto conosco, na causa da pessoa com deficiência intelectual.

Hoje a instituição atende quase 500 estudantes em cinco escolas, oferecendo saúde e assistência social. São realizados, em média, 50 mil atendimentos terapêuticos por ano e 3,5 mil por dia. Por ser uma instituição sem fins lucrativos precisa de apoio da sociedade. O ambiente precisa de reformas e para isso, que tal doar para a Apae Curitiba e apoiar a causa da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla? É muito fácil, clique AQUI e saiba mais. 

Notícias Relacionadas

Benefícios gerais da atividade física no TEA

Descubra os benefícios da prática de atividades físicas para crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), aprenda a superar desafios específicos e conheça as atividades mais recomendadas para essas crianças.

Sem mais notícias por enquanto!
Pular para o conteúdo