Notícias

Escola Luan Muller realiza Dia da Beleza

Ação foi realizada em conjunto a voluntários
Escola Luan Muller realiza Dia da Beleza
Rhúbia Ribeiro
Assistente de Marketing
Publicado em
Profissional da Escola Luan Muller pinta as unhas de uma aluna da apae. Ela olha para a câmera e sorri

A Escola Luan Muller da Apae Curitiba proporcionou aos alunos um “Dia da Beleza” nesta segunda-feira (16). O evento acontece há 11 anos na unidade a cada semestre. Teve corte de cabelo, massagem, maquiagem e cuidado com as unhas. Segundo a diretora da escola, Dayse Ribeiro Domiciano, a data mostra aos alunos a importância dos cuidados pessoais. Para ela, tem “como objetivo os cuidados com a aparência e apresentação pessoal, proporcionando assim, o aumento da autoestima”. 

O evento contou com a  colaboração de membros do Rotary Club Água Verde e demais voluntários da área. As irmãs Jurema Vaselechen e Rosangela Vaselechen são voluntárias e participam desde os primeiros eventos do Dia da Beleza em dois momentos dos anos para cortar o cabelo dos alunos. “Eu venho sempre para fazer o penteado e minha filha, que não veio hoje, para fazer a maquiagem”, diz Jurema. Para ela a sensação de participar de momentos especiais com os estudantes é divino. “Eu vejo como um presente para mim. É divino. Essas crianças são abençoadas. Elas nos ensinam, elas têm uma fragilidade e elas confiam na gente. É uma experiência única você trabalhar com eles”, completa. Para Rosangela é uma sensação de felicidade e gratidão. “Nós aprendemos com eles. É um dia muito especial que a gente não vê a hora de voltar de volta”, comenta. 

A Escola Luan Muller

A Escola Luan Muller está localizada na Rua Professor João Argemiro Loyola, 220, no Seminário, em Curitiba. Assim como toda Apae, atende crianças com deficiência intelectual ou múltipla. Seu público alvo envolve crianças e adolescentes de seis a 15 anos e onze meses. 

Pretende desenvolver atendimentos pedagógicos com áreas de conhecimento do ensino fundamental como língua portuguesa, matemática, ciências, história, geografia, ensino religioso, educação física, arte, informática, educação ambiental e atividades recreativas pedagógicas, priorizando a alfabetização.

Proporciona atendimentos na área de fonoaudiologia, psicologia, fisioterapia, terapia ocupacional, serviço social, neurologia, nutrição e pedagogia que apoiam e complementam o atendimento educacional.

A Apae Curitiba

Aluna da Apae está com a boca aberta enquanto uma moça passa batom em sua boca

A Apae Curitiba atua há quase 60 anos em prol da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla. Durante todo esse período, sustentou seu trabalho com a colaboração da população. Através das doações manteve todas as suas escolas e ofereceu saúde às pessoas com deficiência. A instituição pertence ao terceiro setor. É uma organização não governamental (ONG) que precisa, essencialmente, da colaboração e solidariedade das pessoas. 

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) foi criada no Rio de Janeiro em 1954. Em Curitiba, foi fundada em 6 de outubro de 1962 e surgiu sob o escopo do movimento: promover e articular ações de defesa de direitos, prevenção, orientações, prestação de serviços e apoio às famílias. Busca o desenvolvimento integral, habilitação e reabilitação, melhoria da qualidade de vida e inclusão social da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla, na família e comunidade.

Na capital paranaense atua em três pilares – educação, saúde e assistência social -, e conta com a força de trabalho de quase 300 colaboradores para manter cinco escolas especializadas, três centros terapêuticos e sete casas lar, atendendo quase 500 alunos, alcançando mais de 700 atendimentos por dia, considerando o turno integral, e 35 acolhidos nas Casas Lar. Hoje a associação realiza, em média, quase 50 mil atendimentos terapêuticos por ano, totalmente gratuitos.

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content