Notícias

Dia Nacional de Conscientização da Pessoa com Deficiência abre espaço para o debate sobre os direitos e a inclusão

Cada indivíduo merece respeito e o direito de assegurar seu lugar na sociedade.
bio-eduarda-zeglin
Eduarda Zeglin
Jornalista, Assistente de Comunicação, Marketing e Eventos
Publicado em

O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência é celebrado em 21 de setembro em todo o Brasil. Esta data é uma importante oportunidade para refletir sobre os desafios enfrentados pelas pessoas com deficiência em nossa sociedade, bem como para promover a conscientização, inclusão e o respeito pelos seus direitos. 

A luta pelos direitos das pessoas com deficiência é uma trajetória histórica, marcada por superações e conquistas. Antigamente, muitas dessas pessoas eram marginalizadas e excluídas da sociedade. No entanto, ao longo do tempo, movimentos sociais foram ganhando relevância e força para buscar cada vez mais a mudança para  uma sociedade mais inclusiva e igualitária.

Segundo o Portal UOL, o dia 21 de setembro foi escolhido, pois está próximo do início da primavera, onde a chegada das flores representa o nascimento e a renovação da luta das pessoas com deficiência. O dia é comemorado desde 1982, mas só foi oficializado em 2005  pela Lei nº 11.133.  

Apesar dos avanços legislativos, ainda existem muitos obstáculos a serem superados. A falta de acessibilidade em espaços públicos, transporte e serviços, a discriminação no mercado de trabalho e a ausência de políticas públicas efetivas são apenas algumas das barreiras que persistem e impedem a plena inclusão dessas pessoas em nossa sociedade.

É fundamental compreender que a deficiência não deve ser vista como uma limitação, mas sim como uma característica humana que não deve excluir ninguém do convívio social, da educação, do trabalho e do lazer. A inclusão é uma responsabilidade de toda a sociedade, que deve se empenhar para construir um ambiente mais acolhedor e adaptado a todas as necessidades.

Neste Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, é essencial que cada um de nós reflita sobre a importância da inclusão e do respeito à diversidade humana. Devemos combater o preconceito, valorizar a individualidade de cada um, permitindo que elas alcancem todo o seu potencial e contribuam para o bem-estar de nossa sociedade como um todo.

A celebração dessa data não deve se restringir a apenas um dia, mas sim servir como ponto de partida para ações contínuas em prol da inclusão e do reconhecimento dos direitos das pessoas com deficiência. É responsabilidade de todos nós trabalharmos juntos para construir uma sociedade mais justa, igualitária e verdadeiramente inclusiva, onde todos possam viver com dignidade e respeito.

Não deixe de doar! Ajude a Apae Curitiba

A Apae de Curitiba precisa da sua ajuda. Hoje a instituição atende quase 500 estudantes em cinco escolas, oferecendo saúde e assistência social. São realizados, em média, 50 mil atendimentos terapêuticos por ano e 3,5 mil por dia. Por ser uma instituição sem fins lucrativos precisa de apoio da sociedade. O ambiente precisa de reformas e para isso, que tal doar para a Apae Curitiba e apoiar a causa da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla? É muito fácil, clique AQUI e saiba mais. 

Contamos com três centros terapêuticos com atendimentos gratuitos às pessoas com deficiência intelectual ou múltipla. A instituição é mantenedora de cinco escolas especializadas localizadas em Santa Felicidade, Batel e Seminário, em Curitiba; e sete Casas Lar. Confira nossas escolas clicando AQUI.

Notícias Relacionadas

Benefícios gerais da atividade física no TEA

Descubra os benefícios da prática de atividades físicas para crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), aprenda a superar desafios específicos e conheça as atividades mais recomendadas para essas crianças.

Sem mais notícias por enquanto!
Pular para o conteúdo