Notícias

Desvendando a Deficiência Intelectual: explorando características, diagnósticos e intervenções

Saiba mais sobre os aspectos fundamentais e os desafios na identificação da Deficiência Intelectual.
bio-eduarda-zeglin
Eduarda Zeglin
Assistente de Comunicação, Marketing e Eventos
Publicado em

A Deficiência Intelectual (DI) é uma condição que impacta o funcionamento intelectual, social e adaptativo, com início no período de desenvolvimento. No Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais da Associação Americada de Psiquiatria – 5º edição  (DSM-5) (2) e na Associação Americana de Deficiência Intelectual e do Desenvolvimento (AAIDD) preconizam avaliações em habilidades intelectuais, comportamento adaptativo, participação, interação, e saúde. Uma abordagem multidimensional para entender o impacto da DI.

Segundo o DSM-5, a prevalência da DI na população é de aproximadamente 1%, mas nas formas mais graves, atinge 6 em cada 1000 pessoas. Uma análise profunda dos dados ressalta a complexidade dessa condição.

Muitas vezes, as dificuldades de aprendizado surgem durante a fase escolar, evidenciando-se em desatenção e hiperatividade. Tais sinais são fundamentais para a suspeita de transtornos, exigindo uma abordagem cuidadosa na identificação precoce.

Para o DSM-5, existem diferentes níveis de DI, classificados como leve, moderado e profundo, todos denominados e definidos com base no funcionamento adaptativo. Além da avaliação das habilidades e do funcionamento adaptativo, é crucial que a equipe de profissionais realize diversos tipos de avaliações para identificar a possível presença de outros transtornos, sejam eles genéticos, neurológicos ou ambientais.

Quando ocorre o diagnóstico de alguma DI, como síndrome de Down, Prader-Willi, Cri-Du-Chat e X-Frágil, o nível de gravidade deve ser cuidadosamente considerado para determinar a intervenção adequada, atendendo às necessidades específicas de cada paciente. Esses casos devem ser monitorados frequentemente, pois há situações em que pode ocorrer a evolução das condições.

É de extrema importância que as crianças recebam assistência no ambiente escolar e familiar, pois é nesse contexto que os primeiros sinais costumam se manifestar. A rapidez na identificação é fundamental, pois contribui para a eficácia do treinamento e das intervenções, promovendo qualidade de vida e atendendo às necessidades específicas em cada caso.

Sinais e comportamentos indicativos de Deficiência Intelectual

Para auxiliar famílias e profissionais da educação na identificação precoce de sinais, apresentamos algumas características e comportamentos relevantes com base no DSM-5 (2):

  1. Dificuldade em solução se problemas acadêmicos e diários; 
  2. Dificuldade no desenvolvimento da leitura, escrita e matemática;
  3. Dificuldade na regulação da emoção no relacionamento com outras crianças; 
  4. Imaturidade para a idade;
  5. Dificuldade de manter a independência; 
  6. Redução ou dificuldade de se expressar; 
  7. Em casos graves pode haver a limitação simbólica na fala ou nos gestos;
  8. Dificuldades em manter a responsabilidade no convívio social. 

A identificação precoce da Deficiência Intelectual é essencial para um tratamento eficaz. Ao reconhecer as características e sinais, famílias e profissionais contribuem significativamente para a qualidade de vida e o desenvolvimento pleno das crianças com DI. A atenção dedicada a essa condição complexa é fundamental para promover inclusão e bem-estar.

Ajude a Apae Curitiba com suas Notas Fiscais

A Apae Curitiba disponibiliza urnas de coleta para notas fiscais em instituições parceiras. Quando o cliente não informa seu CPF é possível deixá-las dentro da urna como forma de doação. Nós passamos recolhendo periodicamente e lançamos no sistema do Nota Paraná e, assim, conseguimos recolher o valor dos impostos e reverter em doação para ajudar com os custos da instituição. Se você tem um comércio, entre agora mesmo em contato conosco e informe seu desejo de nos ajudar que levaremos até você uma urna de coleta. Contamos com sua ajuda. Muitas vidas podem ser impactadas através dessa sua atitude. Saiba mais clicando AQUI.

Hoje a instituição atende quase 474 estudantes em cinco escolas, oferecendo saúde e assistência social. São realizados, em média, 40 mil atendimentos terapêuticos por ano e 3,4 mil por mês. Por ser uma instituição sem fins lucrativos precisa de apoio da sociedade. O ambiente precisa de reformas e para isso, que tal doar para a Apae Curitiba e apoiar a causa da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla? É muito fácil, clique AQUI e saiba mais. 

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Pular para o conteúdo