Notícias

Apae Curitiba conquista dois segundos lugares no IV Festival Nossa Arte

A Apae curitibana também foi a responsável pela organização do evento
bio-eduarda-zeglin
Eduarda Zeglin
Jornalista, Assistente de Comunicação, Marketing e Eventos
Publicado em

Na última sexta-feira (17), a Apae Curitiba foi palco do IV Festival Regional Nossa Arte, realizado no Teatro Sest Senat. O evento reuniu talentos das Apaes da região Curitiba Norte, abrangendo localidades como Adrianópolis, Tunas do Paraná, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Colombo, Pinhais e Piraquara.

Os participantes da Federação iniciaram as apresentações expressando sua gratidão a todas as pessoas presentes e àqueles que contribuíram para a promoção do evento. O presidente da Apae Curitiba também expressou seus agradecimentos, enfatizando a importância do momento como uma celebração da arte. Ele ressaltou que o evento não deve ser encarado apenas como uma competição, mas como uma oportunidade de fomentar a amizade, a capacidade e a criatividade. “Este é um momento dedicado aos nossos artistas. Não o vejo apenas como uma disputa, mas como um estímulo à amizade, habilidade e criação”, destacou o presidente.

A competição envolveu diversas modalidades artísticas, como dança, folclore, música, teatro, artes visuais e literárias. A Apae Curitiba se destacou como vice-campeã em duas categorias, uma delas foi a de artes cênicas, o grupo de estudantes obteve o segundo lugar com a peça "O único encontro", dirigida pelo professor de Arte Everton Gonçalves. Na categoria de dança, Stephanie Caroline da Costa e seu colega Yuri Porcides Silva apresentaram a canção "A Thousand Years", de Christina Perri, ficando também em segundo lugar. Os campeões terão a oportunidade de participar do Festival Estadual Nossa Arte em maio de 2024, em Ponta Grossa.

Além das competições, o evento prestou homenagem às mulheres que desempenharam e continuam a desempenhar papéis significativos no Movimento Apaeno Paranaense. Entre as homenageadas estavam Rosilda Novakoski, reconhecida como professora; Maria Helena, diretora; Odeise Arns, figura importante na Federação; Cristina Vidolin, pedagoga; e Maria Josefa, personalidade regional.

A Apae Curitiba agradece à empresa Zanlorenzi pelo apoio fundamental no fornecimento de bebidas. Além disso, estendemos nossa gratidão ao Sest Senat por disponibilizar o seu espaço, proporcionando um ambiente acolhedor e propício para a realização deste festival. A colaboração e o comprometimento desses parceiros foram fundamentais para criar um evento cultural e inclusivo.

A Apae Curitiba

A Apae Curitiba conta com três centros terapêuticos que oferecem atendimentos à saúde gratuitos às pessoas com deficiência intelectual ou múltipla. A instituição é mantenedora de cinco escolas especializadas localizadas em Santa Felicidade, Batel e Seminário, em Curitiba. Confira nossas escolas:

➔ Escola de Educação de Estimulação e Desenvolvimento – CEDAE: Faixa Etária: 0 a 5 anos e 11 meses. 

➔ Escola Luan Muller: Faixa Etária: de 06 a 15 anos e 11 meses. 

➔ Escola Terapêutica Vivenda: Faixa Etária: a partir de 16 anos, com atuação no EJA. 

➔ Escola Integração e Treinamento do Adulto – CITA: Faixa Etária: acima de 16 anos, com atuação no EJA. 

➔ Escola Agrícola Henriette Morineau: Adultos e adolescentes a partir de 17 anos.

Notícias Relacionadas

Benefícios gerais da atividade física no TEA

Descubra os benefícios da prática de atividades físicas para crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), aprenda a superar desafios específicos e conheça as atividades mais recomendadas para essas crianças.

Sem mais notícias por enquanto!
Pular para o conteúdo