Notícias

Apae Curitiba ocupa assento no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente em 2024

Esta nova etapa fará com que a instituição represente os interesses da pessoa com deficiência intelectual e múltipla, síndrome e transtornos, além de ajudar na destinação de recursos para manter todas as atividades da entidade.
bio-eduarda-zeglin
Eduarda Zeglin
Assistente de Comunicação, Marketing e Eventos
Publicado em

A partir de 2024, a Apae Curitiba integrará o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – Comtiba. Este conselho tem como propósito formular e fiscalizar políticas públicas em conformidade com os artigos 87 e 88 da Lei nº 8069/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente). Além disso, ele desempenha o papel de monitorar e fiscalizar a efetiva execução dessas ações, com a colaboração dos conselhos tutelares e da Fundação de Ação Social (FAS). Esse progresso assegura que as organizações estejam à frente do Conselho, desempenhando um papel crucial na tomada de decisões sobre a alocação de recursos e estabelecendo normas para a apresentação e tramitação de projetos. 

Eduardo Szpunar, gerente de desenvolvimento intitucional da Apae Curitiba, destaca a importância de manter a presença da instituição no Conselho. Ele enfatiza a necessidade de ter representatividade da causa da pessoa com deficiência nesses espaços, ao mesmo tempo, colaborando para os interesses da entidade e defendendo as políticas públicas. “A gente não pode deixar de dizer que a Apae também tem que estar atenta aos seus interesses no Conselho, que são interesses legítimos, assim como as demais organizações de secretarias de governo que estão sendo representadas,” ressaltou o gerente.

Atualmente o Conselho é composto por 18 membros, sendo nove representantes governamentais e nove da Sociedade Civil. Atualmente, os representantes do governo são designados. No âmbito governamental, incluem-se representantes da Fundação de Ação Social, Secretaria de Esportes, Educação e Saúde. Entre os membros não governamentais, destaca-se a participação da Apae. Os nove conselheiros eleitos serão empossados em fevereiro de 2024 e atuarão no mandato até 2025. 

‘’É um trabalho bem importante, o Conselho tem uma representatividade muito boa, é uma oportunidade muito legal pra Apae. É garantir mais espaço para as crianças e os adolescentes e para a pessoa com deficiência (PCD),  lutando por direitos e por recursos”, disse Szpunar. 

De acordo com a FAS, as receitas deste Fundo originam-se de doações de pessoas físicas e jurídicas, bem como de outras fontes, conforme estabelecido no Artigo 5º do respectivo Decreto. Essas doações são destinadas a entidades que promovem a oferta de programas, projetos e serviços de atendimento à criança e ao adolescente. Vale ressaltar que a aplicação desses recursos está atrelada à disponibilidade de recursos e às resoluções do Comtiba, sendo submetida à aprovação. 

Seja um Dindo ou uma Dinda e ajude a Apae

O projeto trata-se de uma ação de apadrinhamento onde a cada mês poderá ser doado uma determinada quantia para a instituição. O valor vai ajudar a Apae manter seu funcionamento e utilizá-lo nas reformas nas escolas. Podem participar da campanha qualquer pessoa interessada que entrar em contato através do e-mail [email protected]. Seja um dindo ou uma dinda clicando AQUI

Hoje a instituição atende quase 494 estudantes em cinco escolas, oferecendo saúde e assistência social. São realizados, em média, 40 mil atendimentos terapêuticos por ano e 3,4 mil por mês. Por ser uma instituição sem fins lucrativos precisa de apoio da sociedade. O ambiente precisa de reformas e para isso, que tal doar para a Apae Curitiba e apoiar a causa da pessoa com deficiência intelectual ou múltipla? É muito fácil, clique AQUI e saiba mais. r adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Notícias Relacionadas

Nota à Imprensa e a Comunidade

Voltar Notícias Paulo Fortunato Jornalista, Gerente de Comunicação, Markentig e Eventos Publicado em21 de fevereiro de 2024 A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Curitiba vem por

Sem mais notícias por enquanto!
Pular para o conteúdo