Notícias

Alunos da Apae comemoram as obras de acessibilidade em frente da escola

Escola da Apae no bairro Butiatuvinha ganhou obras de melhoria do acesso em frente a instituição. Prefeito visitou a escola para vistoriar a obra
Alunos da Apae comemoram as obras de acessibilidade em frente da escola
Rhúbia Ribeiro
Assistente de Marketing
Publicado em
Greca e alunas da Apae Curitiba

Nesta quarta-feira (11/5), a fanfarra formada por alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae Curitiba) recebeu com festa o prefeito Rafael Greca. Ele esteve na sede da escola, no Butiativinha, para a entrega das obras de requalificação das ruas de acesso à instituição. 

Além de 400 metros de novo asfalto, sistema completo de drenagem, nova iluminação e paisagismo, a Prefeitura implantou uma rotatória na interseção das ruas Orlando Peruci e Professora Nilza Antônia Carvalho Ganz, para permitir o acesso do transporte coletivo. Com isso, a linha 912 José Culpi agora tem parada na frente da Apae e os moradores e pessoas atendidas pela associação têm ônibus mais perto e asfalto novo. 

“Estamos na Apae Curitiba para comemorar as obras que melhoraram a acessibilidade dos estudantes tão queridos, das suas famílias, dos funcionários e de toda a comunidade. São obras para o bem da cidade. Aproveito para agradecer aos professores e todos da equipe pelo grande serviço a favor da reabilitação, da acessibilidade, da educação, da inclusão. Quero dizer que essa Apae é orgulho de Curitiba”, disse Greca. 

Acompanhado do vice-prefeito Eduardo Pimentel e do secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Araújo Rodrigues, o prefeito foi recebido pelo representante legal da Mantenedora Apae Curitiba, Paulo Roberto Michelon, e por um grupo de mais de 200 estudantes jovens e adultos que fizeram apresentação musical. Foram quatro melodias e duas marchas acompanhadas pela apresentação de balizas que emocionaram o prefeito. 

O estudante Anderson Maurício Alves, um dos tocadores de bumbo da fanfarra, disse ter caprichado na apresentação para retribuir ao prefeito os benefícios que as intervenções realizadas no entorno promoveram na sua vida. 

“Agora o ônibus sai do terminal e para bem na frente da escola, antes a gente tinha que caminhar bastante”, contou Andersom, que fez bonito com seu instrumento. 

Fala Curitiba

As obras de requalificação nas ruas Orlando Peruci e Professora Nilza Antônia Carvalho Ganz foram fruto da mobilização conjunta de moradores e das famílias atendidas pela Apae apresentadas no programa de consultas públicas Fala Curitiba. 

A demanda era para a extensão da linha de ônibus 912 José Culpi, porém o conjunto de intervenções realizadas sob a coordenação da Unidade Técnica de Infraestrutura de Pavimento da Secretaria Municipal de Obras Públicas foi além e assegurou outros importantes benefícios à comunidade. 

A Rua Professora Nilza Antônia Carvalho Ganz ganhou um novo traçado, uma rotatória foi implantada em frente à escola no cruzamento com a Orlando Peruci. A interseção garantiu as condições para a extensão do transporte e a organização do trânsito no local. 

Foram implantados 400 metros de asfalto novo nas duas vias, feita a requalificação do sistema de drenagem, com implantação de boca de lobos, meio-fio, calçadas, paisagismo e nova iluminação. Um superposte com sistema de pétalas com quatro luminárias, em tecnologia LED, foi instalado e deixou mais claro e seguro o endereço. O local também recebeu nova iluminação. 

“As melhorias não param por aí, estão previstas ainda para este ano novas obras para a requalificação da totalidade da Rua Orlando Peruci”, disse Rodrigues. 

Apae de Santa Felicidade

Na sede da Apae de Santa Felicidade são mantidas três escolas, um centro terapêutico e uma casa lar. A transformação no entorno foi elogiada por Michelon, que destacou a possibilidade de abertura de novas vagas no transporte escolar oferecido pela escola agora que estudantes com autonomia e suas famílias passaram a contar com ponto de ônibus no portão da escola. 

A assistente social da instituição, Rosilei Bastos Pivovar, e o aposentado Mário Gapski, morador do bairro há mais de 60 anos, foram dois dos articuladores do movimento da comunidade para pleitear a obra no Fala Curitiba e acompanharam o dia de celebração pela conquista. 

Estiveram presentes também a administradora regional de Santa Felicidade, Simone das Chagas Lima; o assessor de Articulações Políticas, Lucas Navarro; a ex-secretária municipal da Saúde e assessora da Coordenadoria de Projetos da Prefeitura, Márcia Huçulak; o diretor da Unidade Técnica de Infraestrutura de Pavimento da Smop, Moacir José da Silva; e o vereador Mauro Inácio. 

Também participaram o diretor da Escola Agrícola Henriette Morineau, Mauro Mocochinski, a diretora da Escola Integração e Treinamento do Adulto (Cita), Soeli Moraes, da Escola Terapêutica Vivenda, Celma Tessari de Goes, e o diretor do Departamento de Políticas para Pessoa com Deficiência no Paraná, Felipe Braga Cortes.

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content