Notícias

Acolhidos da Apae Curitiba realizam passeio de trem

O grupo visitou a cidade de Morretes que fica localizada no litoral paranaense.
Paulo Fortunato
Jornalista, Coordenador de Comunicação, Markentig e Eventos
Publicado em
Acolhidos da Apae Curitiba realizam passeio de trem

Na última sexta-feira (25), os acolhidos da Apae Curitiba, realizaram um passeio de trem na cidade de Morretes, no litoral paranaense. O grupo fez uma visita pela cidade, onde almoçaram e tiveram um dia de lazer.

Nas Casas Lar da instituição, todos os moradores fazem passeios constantemente, indo para parques, zoológico, cinema, praia, museus e teatros, como explica o coordenador das Casas Lar, William Prado. “Esses passeios são muito importantes para desestressar e mudar a rotina no sentido de criarmos um ambiente de descontração e relaxamento”, diz.

A viagem de trem para a cidade litorânea, sai de Curitiba e corta a Serra do Mar. São mais de 70 quilômetros de túneis, paredões de pedra, represas, montanhas, cachoeiras e até pontes estreitas que somem sob os vagões, que parecem flutuar no penhasco. 

Segundo o site da prefeitura da capital paranaense, pegando o trem turístico de Curitiba para Morretes, mais da metade da Mata Atlântica que o Brasil ainda tem está concentrada nessa região -, o passageiro aproveita uma viagem pelo Brasil dos séculos XVIII e XIX. A ferrovia Paranaguá-Curitiba, por onde passa o trem, foi inaugurada em 1885 pela Princesa Isabel e Morretes, o destino, preserva muito da arquitetura de sua fundação, em 1733.

De acordo com a Assistente Social das Casas Lar, Rosilei Pivovar, os estudantes estavam muito felizes e não queriam voltar embora, pois estavam se divertindo muito. “Eles estavam tão felizes, maravilhados e dando muita risada, queriam ficar por lá”, disse. “E realmente, o passeio é muito bonito, fiquei maravilhada”, complementou.

Jeferson, um dos acolhidos da instituição, contou que se divertiu muito e amou passear de trem. “Foi muito legal. Eu não fiquei com medo, mas a Rosilei ficou (risada)”, disse.

Para Pivovar, fazer atividade com os moradores é essencial. “Eles sentem que fazem parte da comunidade, pois também necessitam de saídas, é algo que ajuda no estresse, eles cansam e se divertem, eles adoram isso”, esclarece a assistente.

Existem diversos pacotes e dias para a realização do passeio de trem. Os interessados podem acessar o site da Serra Verde Express para mais informações. Home – Serra Verde (serraverdeexpress.com.br).

As Casas Lar

As sete Casas Lar estão localizadas em Santa Felicidade, Curitiba, e acolhem 35 pessoas. São casas de acolhimento para pessoas com deficiência intelectual ou múltipla, maiores de 18 anos, todos nas condições de órfãos, abandonados ou em situações de risco. Nelas os acolhidos residem permanentemente (como em um lar), frequentam as escolas, recebem os atendimentos da área de saúde e cuidados por mães sociais, responsáveis pelos cuidados, organização e administração das casas. 

O trabalho é desenvolvido em parceria com a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, que faz o encaminhamento de novos possíveis moradores, inclusive os advindos de determinação judicial, e o acompanhamento da qualidade do acolhimento e bem-estar dos moradores. O serviço é acompanhado pelo Ministério Público/Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Vara da Infância e da Juventude.

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content