Notícias

Acessibilidade para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Acessibilidade para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA)
Rhúbia Ribeiro
Assistente de Marketing
Publicado em
Imagem ilustrativa. I quebra cabeça no formato de uma cabeça

Para tornarmos uma sociedade mais inclusiva hoje queremos falar sobre o que você pode fazer para ser mais assertivo quando se tratar de conviver com uma pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Os cuidados com acessibilidade podem ser semelhantes às descritas para pessoas com deficiência intelectual. Entretanto, contém algumas questões que merecem ser abordadas à parte. Aqui vão cinco dias de comportamentos inclusivos.

  • Estabeleça vínculos positivos e não autoritários com a pessoa. Não demande ou exija contato visual constante;
  • Pessoas com TEA podem apresentar modos distintos e singulares de interação e comunicação, mas este pode ser o seu modo de interagir e participar e deve ser respeitado. Converse e seja atencioso mesmo que ela não esteja, aparentemente, prestando atenção;
  • Busque sempre respeitar o espaço dela conforme a proximidade e vínculo que lhe foi permitido;
  • Movimentos repetitivos de partes do corpo (estereotipias) e a repetição da mesma palavra ou frase (ecolalia) podem ser um modo da pessoa se organizar. Não faça julgamentos, reprovando e pedindo para parar. A compreensão e aceitação da diferença é fundamental para o estabelecimento de qualquer relação;
  • Proporcionar um espaço e condições em que a pessoa estabeleça sua própria organização é fundamental.

Tais comportamentos fazem toda a diferença no dia a dia de uma pessoa autista, por esse motivo acreditamos na importância de conscientizar a sociedade para que cada dia mais se torne mais acessível, contamos com a sua ajuda para continuar realizando esse trabalho.

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content