Notícias

Campanha Abril Azul busca a conscientização sobre o autismo

Campanha Abril Azul busca a conscientização sobre o autismo
Rhúbia Ribeiro
Assistente de Marketing
Publicado em
Abril Azul: Na imagem, uma laço colorido que se refere ao autismo e a frase: Abril Azul Mês de Conscientização do Autismo

A Campanha Abril Azul foi criada em 2008 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem como intenção dar visibilidade ao Transtorno Espectro Autista (TEA). Traz questionamentos sobre rótulos impostos aos autistas podendo atrapalhar vínculos afetivos e sociais, criando barreiras em relação à capacidade de cada um.

O autismo é uma condição de saúde genética que apresenta características envolvendo dificuldades de estabelecer relações sociais, comunicativas e cognitivas. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 70 milhões de pessoas têm o transtorno, o que corresponde a 1% da população mundial. No Brasil, estima-se que existam em torno de 2 milhões de pessoas com diagnóstico positivo para o transtorno que geralmente é identificado entre os dois anos e meio a três anos de idade.

Para a Defensoria Pública do Paraná a campanha “tem o papel de conscientizar a população, destacando que o autismo não é uma doença, ou seja, ninguém precisa se afastar de uma pessoa autista. Pelo contrário, é preciso entender para conseguir ajudar e incluir”, diz.

O Abril Azul luta contra o fim da discriminação, propondo práticas mais incisivas e acessíveis, tendo oportunidades iguais de acesso à informação, educação, emprego e participação na vida social, política e cultural.

De acordo com a legislação brasileira, a Lei Federal n° 12.764/2012, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, garante as práticas que buscam incluí-los de forma mais justa nos espaços sociais, assegurando seus direitos dentro da sociedade.

A conscientização sobre as doenças intelectuais é importante para a construção de uma sociedade mais igualitária e inclusiva. Se tratando do combate ao preconceito e de campanhas realizadas durante todo o ano, o Abril Azul surgiu para estabelecer reflexão e acolhimento.

A Rede Apae destaca-se por seu pioneirismo e capilaridade sempre dando apoio às pessoas com deficiência intelectual ou múltipla. Neste mês de conscientização, a instituição declara todo seu apoio à causa da pessoa com TEA.

Saiba mais sobre o Abril Azul em nossas redes sociais: Instagram e Facebook

Matéria: Eduarda Zeglin 

Notícias Relacionadas

Sem mais notícias por enquanto!
Skip to content