A APAE Curitiba tem orgulho de fazer parte dessa história!

A mãe da Ana relatou que por mais que o susto da notícia tenha sido grande ela pode contar com pessoas muito importantes ao seu lado, na época ela trabalhava no Núcleo de Educação e tinha bastante contato com a área da Educação Especial, seus colegas a ajudaram a procurar informações, foi assim que a APAE Curitiba surgiu na sua vida.

Sua amiga Elia, conhecia o trabalho da APAE e sugeriu a Luciane que fizesse uma visita ao CEDAE para conhecer mais de perto tudo que era desenvolvido na instituição, ela acreditava que a APAE seria a escola ideal para receber a pequena Ana após o nascimento. Luciane havia gostado da APAE por tudo que havia escutado, mas devido a correria do dia-a-dia e com a gravidez que nessa altura estava seguindo sozinha, não conseguiu ir a procura da sua vaga.

Sua amiga Elia entendeu que a Luciane não conseguiu procurar a APAE naquele momento e não ficou de braços cruzados. Veio até a APAE e conversou com a diretora Margareth a respeito da sua amiga e sua bebê, disse a nossa diretora que Luciane ainda viria procurá-la. Foi exatamente o que aconteceu quando a Ana tinha apenas 3 meses de vida.

Luciane chegou a APAE para procurar por uma vaga, nossa diretora Margareth já conhecia a sua história e tinha a vaga para poder receber a Ana Beatriz. Luciane relatou que se sentiu muito acolhida, que foi recebida de braços abertos por toda a equipe e que isso era exatamente o que ela estava precisando naquele momento. 

Hoje a Ana Beatriz tem 5 anos de idade, a família APAE acompanha seu desenvolvimento desde quase o nascimento, Luciane relata que não consegue descrever os ganhos que a Ana conquistou estando na APAE, que ela ama vir para a escola, que fez amigos, conquistou a socialização, faz parte da educação inclusiva, ou seja, no contra turno frequenta a educação regular. A mãe ressalta que cada progresso foi acompanhado pela APAE, que sempre que precisou tirar dúvidas a equipe inteira esteve a sua disposição, o que fez toda diferença para o desenvolvimento da Ana, pois as duas nunca estiveram desamparadas.

A Ana Beatriz está crescendo e o tempo passar sempre foi um grande medo para Luciane, pois chegaria o dia que ela teria que mudar a Ana de escola, porém a mãe nos contou que essa mudança nunca esteve tão próxima e que ela se sente muito segura para tomar a decisão. Ela contou que conversou com a equipe da APAE e que eles a motivaram a oferecer novos caminhos para a Ana poder explorar, que o potencial dela é enorme. A Luciane disse que não podia deixar de salientar toda a gratidão que sente pela APAE Curitiba, que a instituição fez a diferença na vida dela e da Ana, desde o primeiro dia que ela conheceu o nosso trabalho.

Hoje a Ana Beatriz faz parte de uma família enorme, além do seu paidrasto e seu irmãozinho que chegaram com o tempo, ela também conta com cada colaborador da APAE Curitiba, temos muito orgulho de ter feito parte dessa história.

 

VEJA TAMBÉM

APAE ADM

(41) 3322-9339

R. Alferes Ângelo Sampaio, 1597
Batel - 80420-160

apaecuritiba

APAE
APAE AMIGO DO SURDO
APAE